O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), assinou decreto que acaba com a obrigação de uso de máscara em locais fechados. O documento foi publicado em suplemento do Diário Oficial do Município nesta noite (1º), quando a nova regra já passa a valer.

O decreto torna "facultativo" o uso do item de proteção, mas aponta que o mesmo "deve continuar incentivado" para os seguintes grupos:

- Pessoas com sintomas gripais ou que tiveram contato com pessoas sintomáticas;

- Pessoas de grupo de risco, como imunossuprimidos, com comorbidades,  idosos – principalmente acima de 70 (setenta) anos e gestantes; 

- Pessoas não vacinadas ou com vacinação incompleta.

Leia também:

Decreto põe fim à obrigatoriedade de máscaras em locais abertos de Senador Canedo

Municípios de Goiás estão liberados para dispensar máscaras em ambientes fechados

O texto também recomenda o uso em "locais que possuam maior risco de transmissão como espaços com aglomerações, em que não seja possível manter o distanciamento social", tais como:

- Transporte público;

- Corredores comerciais;

- Estabelecimentos em horário de pico;

- Locais que oferecem serviços de saúde. 

"Poderemos mais tarde retirar as máscaras em ambientes abertos e ambientes fechados. Estamos controlando muito bem a nossa saúde municipal", afirmou o prefeito ao assinar o decreto. "A você, goianiense, a partir de hoje à noite a máscara está liberada em todos ambientes", continuou.