Os SUVs, segmento que mais cresce no mercado regional, serão os futuros veículos elétricos da General Motors na América do Sul. Entre as novidades reveladas pela marca estão o Bolt EUV, Blazer EV e o Equinox EV. O primeiro a chegar ao Brasil será o Bolt EUV, o que acontecerá em 2023. Os outros dois chegarão em 2024.Cada um deles terá proposta e características próprias para atender diferentes perfis de consumidores. O objetivo da GM é liderar a eletrificação da mobilidade na América do Sul, com a mais completa de veículos zero emissão, que virá para complementar o atual portfólio da marca Chevrolet.

O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira (13) por Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul, e por Marina Willisch, vice-presidente de Comunicação, Relações Governamentais e ESG da GM América do Sul. Os dois executivos também compartilharam detalhes sobre o cronograma de lançamento desses futuros produtos e enfatizaram a ofensiva que a empresa irá promover em relação a eletrificação, iniciada em 2019 na América do Sul com a comercialização do Bolt EV exclusivamente no Brasil.

“O próximo modelo a chegar na região será o Bolt EUV, que estreia na Colômbia já no segundo semestre deste ano e em outros mercados a partir de 2023. Depois planejamos ofertar outros modelos globais da marca, como o Blazer EV e o Equinox EV, que ainda estão em fase de desenvolvimento nos EUA”, conta Chamorro. Esses veículos elétricos zero emissão da Chevrolet passam a ser identificados de forma diferenciada em comunicações da marca, com as letras EV do logotipo destacadas em azul.

Futuro 100% elétrico

Com sua visão de um futuro com “Zero acidente, Zero emissão e Zero congestionamento”, a GM tem o compromisso de se tornar neutra em carbono até 2040. Como parte deste plano global, a empresa está investindo 35 bilhões de dólares no desenvolvimento de 30 veículos elétricos e autônomos até 2025.

“Estamos avançando globalmente neste sentido. Parte importante deste processo é tornar cada vez mais sustentáveis nossos veículos a combustão até a migração total do mercado para os carros 100% elétricos, os únicos que não emitem qualquer gás poluente”, explica Marina.

A GM ainda anunciou recentemente uma parceria com a Honda para o desenvolvimento de carros elétricos mais acessíveis para os segmentos mais populares do mercado mundial, incluindo o da América do Sul. Esta nova família global de veículos elétricos deve chegar ao mercado no final desta década. A colaboração entre as duas empresas prevê ainda possibilidade de produção global em larga escala e desenvolvimento conjunto de baterias.