O Toyota Corolla Cross Hybrid é sucesso de vendas no segmento de SUVs médios. Além de oferecer amplo espaço interno, conforto, tecnologia, dirigibilidade e segurança, é silencioso e muito econômico. O sistema híbrido do SUV nacional, que conta com um motor 1.8 flex aspirado e dois motores elétricos, permite ao Corolla Cross rodar mais de 600 km na cidade com um tanque de gasolina de apenas 36 litros. Na estrada, seu alcance é de 500 km. Testamos a versão topo de linha XRX do Corolla Cross Hybrid, que é vendido por R$ 200.000 e traz o pacote mais completo do modelo, além exclusiva cor Azul Netuno.

A boa surpresa é que, dependendo da forma como é conduzido, o Corolla Cross Hybrid vai além dos números oficiais. Segundo o Inmetro, ele é capaz de rodar 13,9 km/l na estrada e 17 km/l na cidade quando abastecido com gasolina. Com etanol, faz 9,6 km/l na estrada e 11,8 km/l na cidade. Em condução bem moderada, abastecido com gasolina, o modelo conseguiu cravar 18,1 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada. A experiência em dirigir Corolla Cross Hybrid é muito interessante, pois o motorista se sente incentivado a conduzí-lo de forma mais serena, conforme as médias de consumo vão melhorando a cada quilômetro rodado. Ou seja, é economia garantida nestes tempos difíceis de preços de combustíveis nas alturas.

Vamos ao coração do SUV. O Corolla Corolla Hybrid é equipado com um motor 1.8l 16V flex, com 101 cv de potência a 5.200 giros quando abastecido com etanol, e 98 cv também a 5.200 rpm, quando abastecido com gasolina, e 14,5 kgf.m de torque a 3.600 rpm (abastecido com etanol ou gasolina). Esse motor funciona em conjunto com dois motores elétricos (MG1 e MG2) de 72 cv de potência e 16,6 kgf.m de torque. A potência combinada é de 123 cv. O conjunto é acoplado a um câmbio CVT de 10 marchas e foco na economia de combustível. A velocidade máxima é de apenas 170 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 13 segundos.

O conjunto garante aceleração suave e excelente conforto ao rodar em qualquer tipo de condução. O modelo é totalmente silencioso. O bom isolamento acústico faz com que a transição entre os dois motores seja tão suave que o motorista só perceberá se vigiar os gráficos de força exibidos no painel de instrumentos e na central multimídia. A suspensão traseira é por eixo de torção, enquanto seus rivais Jeep Compass e Volkswagen Taos têm suspensão independente nas quatro rodas.

A bateria híbrida de níquel-hidreto metálico, responsável por alimentar o motor elétrico do Corolla Cross, está localizada embaixo do banco traseiro, contribuindo para a redução do centro de gravidade e aprimorando a estabilidade na condução do veículo, sem comprometer o espaço interno para os ocupantes. O modelo possui sistema de freios regenerativos, que acumula a energia cinética gerada pelas frenagens e a transforma em energia elétrica, alimentando a bateria híbrida. Isso garante maior autonomia ao modelo no modo elétrico, também contribuindo para economia de combustível.

Design

O Corolla Cross Hybrid  traz uma frente imponente, com grade do tipo colmeia, pintada em preto brilhante e emoldurada por um friso cinza. Os faróis full LED  se estendem até as laterais, formando um belo conjunto com as luzes diurnas e os faróis de neblina, ambos também em LED.

As caixas de rodas trazem molduras de plástico preto, que contrastam com o friso cromado das janelas. As rodas são de liga leve de 18 polegadas, calçadas com pneus na medida 225/50.  Na traseira, destaque para antena do tipo barbatana de tubarão, defletor de ar na extremidade do teto e lanternas horizontais em LED. O Corolla Cross tem as seguintes dimensões: altura, 1.620 mm; comprimento, 4.460 mm; distância entre eixos, 2.640 mm; largura, 1.825 mm; e volume do porta-malas, 440 litros.

O Corolla Cross Hybrid oferece um bom espaço interno. O banco do motorista tem ajustes elétricos. O banco traseiro, que é rebatível e reclinável, é bem confortável, com bom espaço para as pernas. Atrás, os passageiros contam com saídas de ar-condicionado e duas tomadas USB para recarga de equipamentos eletrônicos.

O acabamento é de boa qualidade, com couro bege revestindo os bancos e material emborrachado na mesma cor aparece no painel principal e nos painéis das portas, que têm ainda detalhes em couro preto e plástico imitando alumínio. O teto tem acabamento todo em preto e traz teto solar que abrange somente a área dos bancos dianteiros. O painel traz também detalhes em preto brilhante e cromado. O volante é revestido em couro e conta com ajustes de altura e distância.

O painel de instrumentos traz velocímetro digital e na lateral esquerda o mostrador do sistema híbrido, com os modos power (usando potência máxima), Eco (condução mais econômica) e charger (regenerando energia para as baterias). No lado direito estão os marcadores do nível de combustível e da temperatura do motor. Também no painel, o motorista identifica quando está usando apenas o propulsor a combustão, ou quando os motores elétricos estão atuando e quando está ocorrendo regeneração de energia por frenagem ou desaceleração. Ali é possível conferir, ainda, a média de consumo de combustível com a pontuação na zona Eco.

Multimídia

O Toyota Corolla Cross na versão XRX é equipado com sistema multimídia com tela tátil flutuante de oito polegadas.  O sistema oferece conexão com celular por Android Auto e Apple CarPlay, uma entrada USB e uma tomada de 12V na frente e câmera de ré. O sistema não traz GPS nativo. É preciso usar aplicativos para navegar. Pela tela da central multimídia é possível acompanhar informações sobre a viagem, visualizar a utilização dos motores e a quantidade de energia regenerada.

No console, o motorista tem à disposição o Drive Mode, que traz os modos Normal, PWR, Eco e EV Mode, no qual apenas os motores elétricos atuam por tempo limitado. O câmbio do tipo CVT tem as posições convencionais, não permite trocas manuais e traz a letra B, na qual é aplicada força do freio motor moderada em declives, garantindo maior segurança e otimizando a regeneração de energia. O ponto negativo no Toyota Corolla Cross Hybrid é o freio de estacionamento de pé.O SUV merecia freio de estacionamento eletrônico.

Segurança

O modelo vem equipado com sete airbags, câmera de ré com projeção na central multimídia, linhas guias dinâmicas, controle eletrônico de estabilidade, controle eletrônico de tração, sistema de assistência ao arranque em subida. Completam a lista: sensor de estacionamento traseiro, faróis com acendimento automático e ajuste de altura elétrico, faróis de neblina dianteiros em LED, luz de frenagem emergencial automática, alarme volumétrico e sistema universal Isofix para fixação de cadeirinhas no banco traseiro com ancoragem de três pontos.  

A versão híbrida XRX conta ainda com limpador do para-brisa com sensor de chuva, sensor de estacionamento dianteiro, alerta de ponto cego em que um sistema de luzes indicadoras nos retrovisores laterais e avisos sonoros avisam o motorista quando um veículo entra no seu ponto cego, e o alerta de tráfego traseiro, que permite que o veículo saia de uma vaga de estacionamento com segurança, detectando outros automóveis se aproximando de área com reduzido ângulo de visão. Nesta situação, usando um radar de ondas milimétricas, o RCTA emite sinais sonoros, enquanto as luzes indicadoras dos espelhos retrovisores externos piscam intermitentemente. Há ainda o assistente de permanência em faixa com correção de traçado se o ACC estiver ativado. 

Veredicto: Para quem busca um SUV médio com a proposta de espaço, segurança, conforto e economia, o Corolla Cross Hybrid é uma excelente compra.